quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Auto-Recorte


Este sou eu recolhendo recortes de mim mesmo.
Dragão tatuado na perna, gayatri mantra no braço esquerdo, retalhos de um menino que fui um dia, desfragmentando ilusões, desmaterializando estações, vou, sigo reto pelo mundo de meu deus!
Caminhadas longas com mochilão nas costas, cerveja na beira da praia, conversas filosóficas, papos bestas, um verdinho de vez em quando, natureza é bom! Sol de manhã, lua de noitinha, esse é o testamento de meus dias, observador anônimo de histórias anônimas, homem livro de páginas inacabadas, preto de alma, riso largo, sacanagens no pé do ouvido. Mau humor matutino, cabeceira cheia, livros não lidos, filmes assistidos, músicas na vitrola antiga de meu pai, cães brincando, gatos arranhando, lata batendo, samba na vitrola antiga de meu pai.
Cigarrinho, café puro sem açúcar e canela em pau, suco de cajá, mel para adoçar, retratos espalhados na parede, beijos na chuva, boca entreaberta, orelha sem furos, sinal na palma da mão, tênis velho amado, bicicleta com pneu murcho, imprestável. Amigos a disposição, a disposição dos amigos, amores antigos bem esquecidos, promessas de amores futuros esperados, manhã sem nome, noite sem estrelas, calor infernal.
Três pulinhos para encontrar, sal grosso para espantar, Santo Antônio para casar, Santa Maria Mãe de Deus rogai por nós, pecador, salmos na ponta da língua, iconoclasta pervertido, cínico, doce e salgado. Aprende meu corpo, frase adorada de um livro lido, inglês tosco, garrafa de água gelada, toalha vermelha, lençóis brancos, travesseiro fofo, torcicolo, gastrite nervosa.
Gargalhadas pela madrugada, imã, mona lisa, tantra que será aprendido, pranayama pela manhã, exercícios adiados, cabelos pretos, olhos de índio, medo de lugares apertados, amor as alturas, queda livre, vôo.
Este sou eu recolhendo recortes de mim mesmo...

3 comentários:

Clarissa B. disse...

E é este ser assim que eu amo de paixão..

Que admiro... dos conselhos aos puxões de orelha...

Flavio Ferrari disse...

Bela descrição ... deve ser um cara bacana ... só não entendi a gastrite no meio dessa vida boa.

diegna M disse...

Nossa, que lindo e bem escrita essa autodescrição!!!
Profunda!
bjsss